Congelamento de óvulos. Vantagens da vitrificação

08.01.2020
Categoria:
Congelamento de óvulos. Vantagens da vitrificação
Conteúdo:

Hoje muitas mulheres visam a carreira de sucesso, a estabilidade financeira e apenas depois pensam em ter filhos. É por isso que a criopreservação (ou congelamento) de óvulos torna-se um dos métodos mais populares e essenciais de reprodução assistida.

O congelamento de óvulos dá uma excelente oportunidade para conservar seus óvulos e, de tal forma, adiar a gravidez para mais tarde, se agora por diferentes motivos você não está pronta para dar à luz a um bebê, mas sonha em fazer isso no futuro.

Em geral, o congelamento de óvulos é um procedimento médico quando o material biológico vivo é armazenado em baixas temperaturas com a possibilidade de usá-lo mais tarde. A principal razão para usar esse método está relacionada com o colapso das funções reprodutivas das mulheres depois da certa idade. Este processo também é conhecido como envelhecimento fisiológico das funções ovarianas. Em outras palavras, a habilidade de uma mulher para conceber é gradualmente reduzida até 38 anos. Em seguida, a velocidade do envelhecimento aumenta substancialmente e a maioria das mulheres enfrentam uma menopausa funcional. A idade de 51 geralmente está associada à menopausa completa, o que significa a ausência de qualquer possibilidade de engravidar.

É por isso que o congelamento de óvulos é visto como uma solução efetiva em tal situação. Mas, os bons resultados do congelamento dependem muito da idade da paciente. È recomendável armazenar as células antes de 38 anos.

No entanto, é necessário ressaltar que o congelamento de óvulos não é apenas mais complicado nos aspectos técnicos, mas também é menos eficaz do que a criopreservação de células de esperma ou embriões. Cada óvulo contém água, cuja quantidade, como se sabe, está se estendendo ao ser congelada e literalmente rasga uma célula em pedaços. Anteriormente, os cientistas tentaram reduzir a quantidade de gelo, removendo a água das células no processo de congelamento lento. Mas uma vez que é impossível reduzir toda a água, as chances de conceber com sucesso são muito baixas. Para evitar isso, é usado o procedimento de vitrificação.

A vitrificação é uma técnica especial de criopreservação quando o congelamento de óvulos ocorre com tanta rapidez que os cristais de gelo mesmo não se formam. Após o descongelamento, tais óvulos podem ser concebidos com sucesso usando a ICSI (Intra Cytoplasmic Sperm Injection/ Injeção Intracitoplasmática de espermatozóides).

O congelamento de óvulos é um novo procedimento na Ucrânia e é realizado apenas por algumas clínicas, pois requer equipamentos médicos caros e embriologistas especialmente treinados.

A nossa agência de maternidade de substituição trabalha com apenas estabelecimentos médicos confiáveis e aprovados neste campo. Sugerindo que você use o congelamento de óvulos (a vitrificação), nós lhe damos uma oportunidade de se tomar cuidado do seu futuro por fazer uma escolha correta agora.

Você pode estar interessado em:
05.12.2019
Maternidade de substituição nos EUA
Os Estados Unidos são o primeiro país do mundo a começar a usar a maternidade de substituição para tratamento da infertilidade. A primeira mãe de aluguel era uma americana do estado de Illinois, que carregou um filho por um casal e recebeu uma recompensa monetária por isso.
LEIA MAIS
10.01.2020
Maternidade de substituição na Espanha
A maternidade de substituição não é um fenômeno novo. Por muitos anos, as mulheres têm confiado o nascimento de seus filhos a outras mulheres. Um grande número de países europeus considera esse tipo de luta contra a infertilidade inaceitável. Seus líderes não têm pressa em aprovar uma lei sobre a legalização desse método, apesar de tantas famílias precisarem dele.
LEIA MAIS
23.01.2020
Maternidade de substituição na Holanda
Barriga de aluguel na Holanda só é permitida de forma gratuita. Na Holanda, não existe uma legislação clara que regulamentaria o uso desse método de tratamento da infertilidade.
LEIA MAIS