Receber presentes da VittoriaVita

Receber presentes da VittoriaVita
Conteúdo:

Receber presentes da VittoriaVita

  • Um bilhete de ida e volta para os dois
  • A primeira sessão de fotos para a sua família com o recém-nascido

Preencha um requerimento para qualquer programa de maternidade de substituição até o dia 31 de janeiro de 2019 e pagaremos sua passagem aérea* para a Ucrânia de ida e volta**.

Além disso, um presente adicional é a primeira sessão de fotos de recém-nascido (s) com seus pais. ***Sessão de fotos pode ser no estúdio ou em outro local em Kiev, em qualquer estilo, à sua escolha.

* Bilhetes de classe econômica.

** Passagem aérea para a primeira visita ao centro VittoriaVita em ambas as direções (ida e volta) para os dois pais.

*** A sessão de fotos é realizada na Ucrânia, Kiev, durante o período de preparação da papelada. Após o nascimento da criança o período de preparação dos documentos leva 1-2 meses.

Importante! O contrato para o programa de sub-rogação deve ser assinado antes de 01.03.2019, inclusivamente.

Promoção não se aplica aos clientes de “Interfertility”!

Especialista en fertilidad
Você pode estar interessado em:
03.01.2020
Maternidade de substituição na República Tcheca
Pela primeira vez, a maternidade de substituição na República Tcheca recebeu sua legitimação relativamente recentemente, em 2014, após a adoção do novo Código Civil da República Tcheca. A lei tcheca não proíbe o uso desse método de tratamento da infertilidade, mas ainda não foi desenvolvido um quadro regulamentar claro que regulamentaria essa área da medicina.
LEIA MAIS
22.01.2020
Maternidade de substituição na Grécia
A maternidade de aluguel na Grécia é legal desde 2002 e é regulamentada pelo Código Civil da Grécia e pela Lei sobre Métodos de Reprodução Assistida. Desde 2014, os estrangeiros também podem usar os serviços de mães de aluguel em Atenas e outras cidades gregas.
LEIA MAIS
23.01.2020
Maternidade de substituição na Suíça
Barriga de aluguel na Suíça é estritamente proibida por lei. Em 1º de janeiro de 2001, na Suíça foi adotada a Lei de Tecnologias de Reprodução Assistida que é considerada uma das mais estritas no mundo.
LEIA MAIS